SMR Consultoria

#Direito Empresarial | 22/07/2020

Todas as empresas acham elevados os impostos incidentes sobre os seus negócios, e de fato a carga tributária Brasileira é muito alta.

Embora esta carga tributária seja elevada, existem muitos incentivos fiscais, tanto a nível federal quanto estadual, que contribuem para reduzir um pouco este peso, porém em sua grande maioria sequer são conhecidos pelos empresários.

Isso porque esse assunto é complexo e as regras, direitos e deveres, incluídos nesses programas de incentivos, são muitos. No lugar de obter benefícios, as empresas podem ter problemas ao participar destes estímulos fiscais, caso não atendam corretamente aos critérios específicos.

Mas você sabe quais os incentivos existentes que podem ser utilizados em sua empresa, quais seus detalhes, e como funcionam na prática?

Então, veja agora apenas alguns incentivos fiscais existentes:

* Isenção de Tributos nas exportações * Lei da Informática * Lei da Inovação * Lei do Bem * Cuidados ao aderir aos incentivos fiscais * Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) * Reintegra * Crédito Presumido IPI * Créditos Presumidos de ICMS * Créditos Presumidos de PIS/COFINS * Lei Rouanet na área da cultura * Outros.

A matemática é simples, quanto menor a carga tributária, maior será o resultado positivo de sua empresa, portanto, contar com um planejamento tributário realizado por uma assessoria experiente poderá ser o decisivo à empresa.

Além de estes incentivos gerarem economia tributária e, consequentemente, maior rentabilidade, os gestores podem contar com estes valores em seu orçamento, bem como poderão investir o dinheiro em novas estratégias para o crescimento da empresa.

Lisandro dos Reis

SMR Consultoria - Todos os direitos reservados